Home | Cultural | Música | Rock'n'Roll | Rock'n'Roll - Os anos 50

Rock'n'Roll - Os anos 50


Texto: Léo Falabela

Em 1945, a partir das alterações que a Segunda Guerra trouxe à cultura norte-americana, surgiram as primeiras casas e estações de rádio especializadas na divulgação da música negra.

Os gêneros blues e country, originários de regiões pobres e caracterizados por letras faladas e ritmos espontâneos, o jazz tocado nas grandes cidades, baseado na improvisação e marcado por bandas maiores e arranjos mais elaborados, com percussão e instrumentos de sopro, e o gospel, desenvolvido nas igrejas evangélicas que, embora obedecendo as escalas do blues, caracterizava-se por ter um ritmo frenético e por vezes sensual.

Da fusão da música negra (blues e gospel) com os ritmos mais dançantes dos brancos (country e jazz) surgiu o rythm and blues, que fez com que a cultura negra ficasse conhecida pela população branca e consumista. Essa foi a época do surgimento e apogeu de nomes como B.B. King, Muddy Waters, Fats Domino e o grupo vocal The Platers, entre outros tantos.

A partir de então, passou a ser fundamental a prática cover, ou seja, a adaptação elaborada por cantores brancos de músicas negras, com alterações nas letras, para que pudessem ser aceitas pelo grande público jovem e branco.

A vendagem de discos de 45 rpm cresceu assustadoramente (já que a juventude teve ampliado seu poder aquisitivo no pós-guerra) e o espaço na radiodifusão foi definitivamente conquistado.

A mistura explosiva da empolgante música negra com o consumismo branco adolescente havia sido feita... a explosão era questão de tempo....

Mas quem poderia ser considerado o "Rei do Rock"? É claro que um estilo musical tão complexo e avassalador não poderia ter sua invenção atribuída a apenas uma pessoa ou uma banda.

Há quem diga que o "inventor" foi o compositor, cantor e pianista Little Richard, que, em 1955, incendiou o mundo musical com seu famoso hit "Tutti Frutti". Outros atribuem o surgimento do rock'n'roll ao guitarrista branco Bill Haley, que atingiu o 1º lugar da parada americana, no verão de 1954, com a música "Rock Around the Clock". Ao guitarrista Chuck Berry é também creditada a "invenção" pois foi ele quem personificou a essência do estilo através dos riffs, solos e a inconfundível batida rítmica transformada em sua marca registrada.

Mas foi um disc-jóquei e radialista de Cleveland, Ohio, Allan Freed, quem usou o termo "rock and roll", algo como "deitar e rolar" (uma gíria usada pelos negros americanos quando se referiam ao ato sexual) para denominar o novo estilo musical que surgia criando o programa "Moon Dog Rock and Roll Party" ao mesmo tempo em que promovia festas de dança com o mesmo nome e movidas pelo ritmo que ele havia ajudado a definir e divulgar.

Assim, o termo e o estilo de música "Rock and Roll" se popularizou, e virou uma febre mundial.

E, a partir de então, o universo da música nunca mais seria o mesmo!



Leia também: Bill Haley | Chuck Berry | Little Richard

Quer falar com a gente? (31) 3281.1196 - Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil / estudio@caleidoscopio.art.br || Produção: Caleidoscópio Multimídia