Home | Entretenimento | Exposição | 32ª Bienal de São Paulo - Incerteza Viva
Bienal de São Paulo

32ª Bienal de São Paulo - Incerteza Viva


As galerias do Palácio das Artes recebem a itinerância da 32ª Bienal de São Paulo – Incerteza viva, entre os dias 3 de março e 23 de abril. Projetos de 20 artistas oriundos de 11 países chegam à capital mineira e dialogam com diferentes suportes em artes visuais.

As obras propõem uma reflexão sobre as atuais condições da vida e as estratégias oferecidas pela arte contemporânea para acolher ou habitar incertezas, sejam elas sociais, ambientais ou políticas. Belo Horizonte é a primeira cidade a receber esta que é considerada a maior itinerância da Bienal.

Com curadoria assinada por Jochen Volz (Alemanha), Gabi Ngcobo (África do Sul), Júlia Rebouças (Brasil), Lars Bang Larsen (Dinamarca) e Sofía Olascoaga (México), o recorte reúne trabalhos de artistas nacionais como Ana Mazzei, Bárbara Wagner, Dalton Paula, Gilvan Samico, Jonathas de Andrade, o coletivo indígena Vídeo nas Aldeias e Wilma Martins.

Entre os artistas internacionais, estão Alia Farid (Kuwait), Carolina Caycedo (Colômbia), Charlotte Johannesson (Suécia), Ebony G. Patterson (Jamaica), Felipe Mujica (Chile), Francis Alÿs (Bélgica), Grada Kilomba (Portugal), Güneş Terkol (Turquia), Mmakgabo Helen Sebidi (África do Sul), Pierre Huyghe (França), Priscila Fernandes (Portugal) e Rachel Rose (EUA).

Com mais esta itinerância, a Fundação Clóvis Salgado renova a parceria com a Fundação Bienal que, desde 2011, tem realizado exposições itinerantes do evento, reunindo mais de 154 mil visitantes em três edições.

Criações a partir do incerto

Sob a temática Incerteza Viva, o recorte que chega à capital mineira reúne projetos desenvolvidos em diferentes suportes como a fotografia, a pintura, a escultura, o vídeo e a instalação. Os trabalhos selecionados para a itinerância em Belo Horizonte vislumbram várias propostas de reflexão artística.

Entre as obras, as instalações do coletivo Vídeo nas Aldeias, as esculturas de Ana Mazzei, a videoinstalação de Bárbara Wagner e as pinturas de Günes Terkol são consideradas potencializadores das incertezas trazidas pela Bienal.

Destaques em BH

A série Espetáculo, com esculturas da paulistana Ana Mazzei, na Grande Galeria Alberto da Veiga Guignard, parte da literatura e do teatro para materializar diversas situações de observação e de encenação do cotidiano. Já os bordados do turco Günes Terkol, em Couldn't Believe What She Heard, também na Grande Galeria, desafiam os imaginários relacionados ao feminino com histórias pessoais ou coletivas compartilhadas por mulheres em oficinas que o artista organiza para seus projetos.

Os trabalhos da mineira Wilma Martins (Grande Galeria) e da jamaicana Ebony Patterson (Genesco Murta) são importantes exemplos da arte feminina. Na série Cotidiano, de Wilma Martins, está em evidência o processo de trabalho da artista, que consiste em vários estágios nos quais desenhos e pinturas vêm e voltam para seus cadernos, como revisitações.

O vídeo produzido pela brasiliense Bárbara Wagner Estais Vendo Coisas, expõe as singularidades das produções musicais do funk e do romântico. A instalação ficará exposta na galeria Genesco Murta.

Em ... doing what they always do ... (...when they grow up...), Ebony Patterson, traz referências da pintura para compor cenas e retratos que se relacionam com a cultura popular e o forte contexto de violência característico de diversas comunidades em Kingston, Jamaica.

Visitas agendadas

A equipe dos professores da Escola de Artes Visuais do Centro de Formação Artística e Tecnológica - CEFART da Fundação Clóvis Salgado oferece ao público em geral, bem como para alunos e professores, mediação em todas as galerias do Palácio das Artes.

Durante o período da Itinerância da 32ª Bienal de São Paulo, os agendamentos podem ser feitos pelo e-mail agendamento.galerias@fcs.mg.gov.br

Exposição: 32ª Bienal de São Paulo - Incerteza Viva
Local: Galerias do Palácio das Artes
Endereço: Av. Afonso Pena, 1.537, Centro, Belo Horizonte - MG
Data: De 03 de março a 23 de Abril de 2017
Horário: Terça a sábado das 9h30 às 21h e domingos das 16h às 21h
Informações: (31) 3236-7400
ENTRADA GRATUITA
CLASSIFICAÇÃO LIVRE

Quer falar com a gente? (31) 3281.1196 - Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil / estudio@caleidoscopio.art.br || Produção: Caleidoscópio Multimídia