Marcia Franco - artista plástica, ilustradora




“O trabalho artístico de Márcia Franco sempre me impressionou, principalmente por duas qualidades: o esmero técnico, beirando a perfeição, de suas aquarelas e a leveza de sua mão, seja com o pincel, seja com o lápis de cor. A essa mesma delicadeza corresponde a personalidade da ilustradora, que já enriqueceu um texto meu com seu trabalho. E, curiosamente, contrasta com a garra, a perseverança e a coragem com que ela se lança em sucessivos projetos, renovando-se permanentemente.”

Angela Leite de Souza

release foto Marcia Franco

Márcia Franco é mineira, natural de Belo Horizonte, onde vive, atuando nas áreas de artes plásticas e ilustração. Trabalha principalmente com as técnicas de pintura em aquarela e lápis de cor. A maior parte de sua produção se concentra em pinturas em aquarelas, ilustrações de livros de literatura infantil, juvenil, livros didáticos e ilustrações de botânica e zoologia. Na área editorial, tem atualmente cerca de 56 títulos de literatura infantil, ilustrados para diversas editoras brasileiras. Na área de livros didáticos, faz ilustrações para as disciplinas de ciências e biologia, com ênfase em botânica.

Ingressou na Escola de Belas Artes da UFMG, graduando-se mais tarde na Escola Guignard (UEMG), nos cursos de Arte-Educação e Artes Plásticas, com especialização em desenho e pintura e complementou sua formação na Escola Guignard com o curso de Pós-graduação, quando apresentou o projeto “Flora Nativa da Serra do Cipó”, com aquarelas reproduzidas em 12 pranchas e publicadas em 2002 (edição esgotada). Em 2011, se formou no mestrado em Artes Visuais da Escola de Belas Artes da UFMG, quando apresentou como dissertação um estudo sobre a obra “O Diário de Frida Kahlo: um autorretrato íntimo”.

Continua se dedicando a projetos de ilustrações botânicas sobre as flores do cerrado, com ênfase na flora de campos rupestres, sua grande paixão: o trabalho de pesquisa em campo e a pintura. No ano de 2012 fez uma expedição para fotografar e pintar as flores da região de Diamantina e Santana do Riacho, em MG, realizando a exposição de aquarelas “Flores da Serra do Espinhaço”, em Belo Horizonte. Atualmente divide seu trabalho em ateliê com o recente cargo de professora na Escola Guignard, UEMG.